Destaques

PEC da Reforma da Previdência | 10/05/2019

CARAZINHENSES DEBATEM REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CARAZINHENSES DEBATEM REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARAZINHENSES DEBATEM REFORMA DA PREVIDÊNCIA CARAZINHENSES DEBATEM REFORMA DA PREVIDÊNCIA


O plenário da Câmara de Vereadores de Carazinho, esteve lotado na manhã de hoje (10), para a realização da Audiência Pública sobre a PEC da Reforma da Previdência. O evento foi promovido pelo poder legislativo e contou com a presença do deputado Estadual Edgar Pretto (PT), do Deputado Federal Elvino Boh Gas (PT), de Sindicalistas, vereadores do legislativo do munícipio e lideranças de diversos setores.
Por fazer parte da comissão que debate a PEC, o deputado Elvino Bohn Gas, trouxe ao debate esclarecimentos necessários para melhor conhecimento e entendimento de tudo que está em jogo e quais os riscos da classe trabalhadora. Após, a comunidade, representantes sindicais e lideranças de movimentos sociais, puderam se manifestar.
O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Paulo Costa, esteve presente ao lado dos dirigentes sindicais Leonardo Rafael da Costa e de Altivo Andrades Bueno.
A PEC da Reforma Previdenciária, proposta pelo governo federal, já tramita em comissões do Congresso nacional. O governo pretende trabalha para colocar em votação a reforma na Câmara dos Deputados ainda no começo do segundo semestre deste ano. Entre os pontos de devem prejudicar os trabalhadores está a ampliação do tempo de contribuição que passará de 35 para 30 anos e a idade mínima para a aposentadoria para homens 65 anos e mulheres 62 anos.
Veja alguns, dos pontos cruciais da reforma
- Retira da Constituição Federal a garantia da seguridade social;
- Possibilita realizar qualquer alteração na Previdência Social via Lei Complementar, o que facilitaria as votações;
- Determina idade mínima de 65 anos para homens e 62 anos para as mulheres;
- Institui a necessidade de no mínimo 20 anos de contribuição para aquisição do direito;
Regras de transição
Existirá regras de transição somente para os trabalhadores (as) que estiverem hoje a dois anos ou menos para se aposentar. São eles:
1- Pontuação ( soma da idade + tempo de contribuição:
30 anos de contribuição, que acrescido da idade deve atingir 86 pontos para mulheres e 86 para homens.
2- Idade mínima + tempo de contribuição:
35 anos de contribuição para homens e 30 anos para mulheres, desde que tenham a idade mínima de 61 anos para homens e 56 anos para mulheres, em 2019. A idade mínima vai subindo seis meses a cada ano.

Fonte: assessoria de comunicação dos Metalúrgicos


[ Voltar ]

Carazinho - RS
Av. São Bento, 501 - Bairro: Glória
CEP: 99500-000 - Carazinho - RS
Tel.: (54) 3331-1088

2016 Copyright(c) - Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos e Mat. Elétricos de Carazinho
Todos os direitos reservados - Desenvolvimento: RuralClassi do Brasil